Sobre Nós

Do topo das árvores da Amazônia aos vales desérticos da Caatinga, pesquisadoras se destacam pelo seu empenho e o sucesso de seus projetos voltados para a conservação de espécies ameaçadas da fauna brasileira. Num mundo de desafios físicos, logísticos e políticos, pesquisadoras seguem tomando a dianteira em programas de estudos nos pontos mais remotos do Brasil.

O Projeto Mulheres na Conservação vai explorar o universo feminino que se destaca à frente dos principais projetos de conservação de fauna e áreas no Brasil. O trabalho dessas cientistas, além da comprovada recuperação das espécies de estudo, também tem transformado as regiões onde desenvolvem suas pesquisas. Ao mostrar a determinação e o trabalho destas profissionais pela natureza do Brasil o Projeto espera servir de inspiração às novas gerações de pesquisadoras, biólogas, estudantes, guarda-parques, guias, educadoras, ou qualquer outra profissão que queiram. 

O Brasil se destaca como um dos países no mundo em que as mulheres mais assinam pesquisas cientificas. Chegou a hora de espalhar estas boas histórias.

Equipe

Paulina Chamorro

Jornalista premiada com mais de duas décadas de experiência em temas socioambientais. Foi repórter, editora e apresentadora na Rádio Eldorado e coordenou projetos das emissoras do Grupo Estado. Foi roteirista e produtora da viagem-reportagem Mar sem Fim, percorrendo de veleiro todo o litoral brasileiro do Oiapoque ao Chuí. Atualmente produz o podcast Vozes do Planeta, é colaboradora da National Geographic Brasil desde 2017 e co-fundadora da Liga das Mulheres pelo Oceanos.

João Marcos Rosa

Iniciou sua carreira como fotógrafo profissional em 1998, documentando a cultura e vida selvagem brasileira. Graduado em jornalismo, se especializou em documentar histórias ligadas à biodiversidade e conservação. Desde 2004 é colaborador da National Geographic Brasil, para quem produziu diversas reportagens. É autor dos livros Harpia (2010), Arara azul Carajás (2015) e Jardins da Arara de Lear (2017).

Nitro Histórias Visuais

A NITRO é um coletivo de “contadores de histórias”. Ao longo de 15 anos, realizou a transição de uma agência clássica de fotografia para uma produtora de conteúdo transmídia. Formada por antropólogos visuais, busca romper limites e inovar no uso de técnicas, mídias, plataformas e valores, para narrar histórias visualmente cotidianas e reais da sociedade. Busca contribuir para a construção da identidade e da imagem do Brasil contemporâneo, contando histórias como meio de preservar a memória.

Apoio
Produção
Parceiro Editorial

© Copyright 2020. MULHERES NA CONSERVAÇÃO – By  Realize Saint

Rolar para o topo